Windows 10 de graça? Não, obrigado

Olá a todos, como vão?

Muitos de vocês sabem que a Microsoft divulgou recentemente o Windows 10, sim do 8.1 pulou para o Windows 10, e os usuários da MS ficaram felizes com as “novidades”. O grande destaque da apresentação foi a volta de um recurso que eles removeram e praticamente todos os usuários habituados a um Menu Iniciar reclamaram da remoção e voltaram a ficar felizes porque a Microsoft reconheceu seu erro e escutou a comunidade. Será? Uma outra coisa que foi amplamente divulgado foi a possibilidade de você tem múltiplas áreas de trabalho, algo realmente inovador não é? Não! Esse recurso já existe e é utilizado faz tempo por pessoas que utilizam o GNU/Linux.

Porém o que mais me preocupa nesta versão é a alegria que as pessoas ficaram ao ler/escutar “O Windows 10 será de graça”. Ai você pensa que a Microsoft está pondo fim a pirataria que sofre em seus Sistemas Operacionais e agora não existem mais razão de usar GNU/Linux porque ele também é de graça e ponto final. Irei explicar porque este pensamento é errado abaixo.

Talvez você não sabia, mas uma das coisas que muito se falava para se adotar o GNU/Linux é que ele era de graça e economicamente era muito mais viável que Software Proprietário porque reduziria custos e o dinheiro economizado poderia ser gasto com outras coisas e etc. Porém além de ser gratuito o GNU/Linux respeita e segui premissas que o impedem de te vigiar, coletar, armazenar seus dados, compartilhar seus dados e por ai vai. As Políticas de Privacidade do Windows 10 deixam bem claro o que eles querem do usuário coisas que os mesmo sequer sabem que são coletadas, pois grande maioria utiliza o Sistema Operacional sem ler as condições de uso e acabam sendo vítimas sem saber de espionagem, coleta massiva de informações que o usuário sequer faz ideias que são coletas sem saber como são armazenadas, onde e quem tem acesso a elas e por quanto tempo isso fica armazenado. Isso nunca é divulgado ou esclarecido pela Microsoft, e você já se perguntou o por que?

Nos dados que eles coletam são destacados quatro pontos que são:

1. instala o Programa, podemos coletar informações sobre seu dispositivo e aplicativos e usá-las para fins como determinar ou melhorar a compatibilidade,

2. usa recursos de entrada de voz como de fala para texto, podemos coletar informações de voz e usá-las para propósitos como de melhorar o processamento da fala,

3. abre um arquivo, podemos coletar informações sobre o arquivo, o aplicativo usado para abrir o arquivo e quanto tempo ele é usado para fins de melhorar o desempenho, ou

4. digita texto, podemos coletar os caracteres digitados e usá-los para fins de melhorar os recursos de preenchimento automático e correção ortográfica.

Leia atentamente, eles utilizar a palavra podemos do verbo vou fazer mesmo você querendo ou não e vão capturar absolutamente tudo o que você faz com o computador. Você é obrigado a ceder, não existe a opção de não enviar absolutamente nada ou saber o que está sendo capturado ou não, a Microsoft simplesmente coleta e pronto.

O que você digita, o que você fala, o que você abre, seja ele um programa ou site da internet, é coletado para fins de melhoras que também não são totalmente especificados pela empresa. Ao utilizar o sistema de graça você abre mão completa de sua privacidade e de seus dados sem saber o real motivo dessa coleta. Já foi dito pelo Snowden que a Microsoft é conivente com o Governo dos Estados Unidos e a NSA então certamente a mesma sede a pressões por entregar informações de terceiros para ambos.

Fica um fragmento da parte que trata de Manipulação de Dados que a Microsoft informa ao usuário ao concordar com suas condições.

A Microsoft pode reter algumas informações pessoais por uma variedade de motivos, como para atender às nossas obrigações legais, resolver disputas e reforçar nossos acordos.

Você sabe quais motivos vão levá-la a fazer tal atitude? Saberá quais informações serão retidas? Quais obrigações legais são necessárias para reter informações? Faça apenas essas perguntas e veja se vale a pena usar um Sistema Operacional que é de graça e que você tenha que está de “acordo”com tudo isso.

Se você não quer correr esses riscos escolha uma distribuição GNU/Linux e seja feliz!

Até a próxima!

Anúncios

3 comentários sobre “Windows 10 de graça? Não, obrigado

  1. Noslew disse:

    Vossa senhoria está enganado. Eu instalei o W10 e desabilitei todas as opções supracitadas neste artigo.

    Agora, você pode argumentar que eles podem agir por baixo dos panos da mesma forma.

    Quanto a esta lógica reducionista e maniqueísta, eu não tenho contra-argumentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s